NORMAS ISO 14000

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL


Alexandre Rodrigues da Silva

arsilva@carpa.ciagri.usp.br

Luis Fernando Ohara

Maria Luiza Pedroso Ghizzi

ghizzi@bitweb.com.br


Conteúdo


  • Introdução

  • Histórico

  • Vantagens da ISO 14000

  • Série ISO 14000

  • Requisitos da Norma ISO 14001

  • Referências bibliográficas

  • Introdução

    A série de normas ISO 14000 correspondem a um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) editado pela ISO (International Organization for Standardization). Esta série de normas apresenta diretrizes para Auditorias Ambientais, Avaliação do Desempenho Ambiental, Rotulagem Ambiental e Análise do Ciclo de Vida dos Produtos. Ou seja, especifica os requisitos relativos a um sistema de gestão ambiental, de modo a permitir que a organização formule políticas e objetivos que levem em conta os requisitos legais e as informações referentes aos impactos ambientais significativos.

    A finalidade desta série de normas é equilibrar a proteção ambiental e a prevenção de poluição com as necessidades sociais e econômicas.

    Entretanto, esta norma não estabelece requisitos absolutos para o desempenho ambiental, além do comprometimento, expresso na política, de atender à legislação e regulamentos aplicáveis e do compromisso com a melhoria contínua. Assim, duas organizações que desenvolvam atividades similares, mas que apresentem níveis diferentes de desempenho ambiental, podem, ambas, atender aos seus requisitos. Dessa forma, a adoção desta norma não garante, por si só, resultados ambientais ótimos.

    Voltar ao início

     

    Histórico

    Os selos verdes (certificados de produtos) constituíram um dos primeiros passos para elaboração de uma norma de gestão ambiental. A Europa foi pioneira no uso desses selos, já que o primeiro Selo Verde a surgir foi o "Anjo Azul", em 1978, na Alemanha, tendo como finalidade identificar produtos que não agredissem o meio ambiente.

    Ainda no início dos anos 90, as questões relacionadas ao meio ambiente limitavam-se ao campo da regulamentação técnica; multiplicavam-se as iniciativas de produtos que não agredissem o meio ambiente (Selos Verdes), mas não havia uma abordagem sistêmica eficiente.

    Em 1993, surge o TC - 207, Comitê Técnico para elaboração de uma série de normas relacionadas com a Gestão Ambiental, sendo composto por 30 países membros (inclusive o Brasil) e 14 observadores. Como conseqüência, em 1996, é publicada a ISO 14001 (única norma certificável da série), além da 14004, 14010 e 14011, traduzidas para o português pela ABNT, na série NBR ISO 14000, válidos à partir de 02/12/96.

    O primeiro certificado brasileiro foi em 1996 com a Bahia Sul Celulose S.A.. Em pouco mais de um ano e meio, 30 empresas brasileiras obtiveram este certificado, enquanto na Europa, já haviam 3000 empresas que o possuíam. Em março de 1999, o Brasil completou um total de 88 empresas certificadas com a ISO 14000.

    Para o ano 2000 está prevista a revisão das Normas ISO 14000.

    Voltar ao início

     

    Vantagens da ISO 14000

    As normas ISO 14000 oferecem benefícios às empresas, tais como:

    Garantia de implementação política: a ISO 14001 força a organização a superar a inércia, ligando a política ambiental (promessas vazias) a objetivos e metas reais.

    Consistência mundial para competição internacional: a ISO 14001 fornece um mecanismo de gestão ambiental responsável, em locais onde as normas são mínimas ou não existentes. A ISO 14001 oferece uma abordagem consistente internamente para as preocupações ambientais e também a certificação pela ISO 14001 permite às empresas identificarem-se com parcerias comerciais e com preocupações ambientais.

    Satisfação do cliente: principalmente no caso de fabricantes de bens duráveis, muitas normas ISO estão mais disseminadas.

    Custos reduzidos: a ISO 14001, prevenindo poluição, reduz os custos cortando as despesas com matérias-primas e diminuindo custos com descarte de resíduos.

    Melhoria de imagem pública: há uma reação positiva da comunidade, quando ocorre uma implantação da ISO 14001 por parte de uma empresa local.

    Portanto, a ISO 14000 apresenta um enfoque estratégico na organização, implementa a definição e realização dinâmica de uma política ambiental, identifica, examina e avalia de forma sistemática as mudanças ambientais causadas por elementos de produtos, serviços ou atividade da organização. Também é importante destacar sua flexibilidade e adaptabilidade a qualquer setor produtivo, o incentivo que proporciona para melhoria da performance ambiental e a contribuição para uma visão global e enfoque pró-ativo da organização.

     Voltar ao início

     

    Série ISO 14000

    A Série ISO 14000 é composta por várias normas:

     Voltar ao início

     

    Requisitos da Norma ISO 14001

    A norma ISO 14001 orienta e dá subsídios para a implantação do Sistema de Gestão Ambiental, sendo, portanto, a norma mais importante da série ISO 14000. É ainda, a única norma ISO 14000 auditável, e por isso, a única que as empresas implantam.

    Requisitos Gerais

    Estabelecimento e manutenção do Sistema de Gestão Ambiental orientado pelos requisitos subsequentes da Norma.

    Política Ambiental

    Definição de política ambiental, que seja:

    Planejamento

    - Aspectos ambientais

    Estabelecimento e manutenção de procedimento(s) para identificação dos aspectos ambientais de suas atividades, produtos ou serviços que possam ter impacto significativo sobre o meio ambiente, de modo que os aspectos relacionados a estes impactos sejam considerados na definição de seus objetivos.

    - Requisitos legais e outros requisitos

    Estabelecimento e manutenção de procedimentos para identificação e acesso à legislação aplicável aos aspectos ambientais de suas atividades, produtos ou serviços.

    - Objetivos e metas

    Estabelecimento e manutenção de objetivos e metas ambientais documentados, em cada nível e função pertinentes da organização, considerando requisitos legais, aspectos ambientais significativos, opções tecnológicas, requisitos financeiros, operacionais e comerciais, além da visão das partes interessadas.

    - Programa(s) de Gestão Ambiental

    Estabelecimento e manutenção de programas que atinjam os bjetivos e metas da organização, incluindo atribuição de responsabilidades, meios e prazos.

     

    Implementação e operação

    - Estrutura e responsabilidade

    Definição, documentação e comunicação de funções, responsabilidades e autoridades para facilitar uma gestão ambiental eficaz.

    - Treinamento, conscientização e competência

    Identificação das necessidades de treinamento e conscientização.

    - Comunicação

    Estabelecimento e manutenção de procedimentos para comunicação interna e externa a respeito de aspectos ambientais e de gestão ambiental.

    - Documentação do sistema de gestão ambiental

    Estabelecimento e manutenção de informações sobre o sistema de gestão ambiental.

    - Controle de documentos

    Estabelecimento de procedimentos para controle dos documentos exigidos pela Norma.

    - Controle operacional

    Identificação das operações e atividades associadas aos aspectos ambientais significativos relacionados a sua política, objetivos e metas.

    - Preparação e atendimento à emergência

    Estabelecimento e manutenção de procedimentos que atendam e identifiquem potenciais acidentes e situações de emergência.

     

    Verificação e Ação corretiva

    - Monitoramento e medição

    Estabelecimento de procedimentos para monitoramento e medição periódicas das operações e atividades que possam resultar em impacto ambiental.

    - Não-conformidades e ações corretivas e preventivas

    Definição de responsabilidade e autoridade para tratar e investigar as não-conformidades e implementar ações corretivas e preventivas, de forma a reduzir impactos.

    - Registros

    Estabelecimento e manutenção de procedimentos para a identificação, manutenção e descarte de registros (treinamento, auditorias, análises críticas).

    - Auditoria do sistema de Gestão Ambiental

    Estabelecimento de programa(s) e procedimentos para auditorias periódicas do sistema de gestão ambiental.

    Análise crítica pela administração

    Estabelecimento de análises críticas periódicas do sistema de Gestão Ambiental, para assegurar sua conveniência, adequação e eficácia contínuas.

    Voltar ao início

     

    Referências Bibliográficas

    ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. Sistemas de Gestão Ambiental Especificação e diretrizes para uso. Rio de Janeiro: ABNT. Out/1996. 14p.

    Internet: http://www.qsp.com.br

    CAJAZEIRA, J.E.R. ISO 14000: manual de implementação.. Rio de Janeiro: Qualitymark editora, 1997. 117p.

    SILVA, A.R. da. ISO 14000. In: Seminário da Associação dos Especialistas em Qualidade Total do Estado de São Paulo: Piracicaba. Jun.1998.

     SILVA, A.R. da. ISO 14000: Normas para Gestão Ambiental. NOTESALQ. Piracicaba: ESALQ, out/1998.

    Voltar ao início